Em defesa das calçadas

Por Eduardo Andrade de Carvalho em 6 de abril de 2017
[addtoany buttons="facebook,twitter,google_plus,pinterest,facebook_like"]

Amarello – Não existe alternativa de transporte ambientalmente mais correta do que andar a pé. O pedestre é totalmente inofensivo com relação ao ar da cidade e consome pouquíssima energia. É estranho, portanto, que – num momento em que tudo precisa ser sustentável, ecológico, orgânico – esse hábito não seja mais estimulado nas nossas maiores... Veja +

Lições cariocas

Por Eduardo Andrade de Carvalho em 15 de julho de 2014
[addtoany buttons="facebook,twitter,google_plus,pinterest,facebook_like"]

Estado de SP – As comparações entre São Paulo e Rio de Janeiro que fazemos normalmente se limitam às diferenças geográficas entre as duas cidades. E esquecemos que, além de uma maravilha natural, os melhores bairros do Rio de Janeiro são também resultado de uma organização urbana que, se não podemos copiar em São Paulo,... Veja +

São Paulo, cidade (a ser) aberta

Por Eduardo Andrade de Carvalho em 10 de fevereiro de 2014
[addtoany buttons="facebook,twitter,google_plus,pinterest,facebook_like"]

Folha de São Paulo – São Paulo não pode mais se fechar em condomínios durante a semana e passar os finais de semana trancada em shopping centers. Ao abandonarmos a rua e aumentarmos os muros, transformamos nossos espaços públicos em ambientes vazios, entediantes e perigosos. A ilusão de que se blindar entre muros é a única... Veja +

Arquitetura de verdade

Por Eduardo Andrade de Carvalho em 15 de dezembro de 2013
[addtoany buttons="facebook,twitter,google_plus,pinterest,facebook_like"]

Estado de SP – Arquitetura é um assunto menos discutido no Brasil do que merece ser. Numa cidade como São Paulo, quase todos os ambientes pelos quais circulamos diariamente foram, com mais ou menos cuidado, desenhados por arquitetos. A qualidade do desenho desses espaços afeta diretamente, portanto, a qualidade do nosso dia a dia. Seria... Veja +

Em construção

Por Eduardo Andrade de Carvalho em 12 de dezembro de 2013
[addtoany buttons="facebook,twitter,google_plus,pinterest,facebook_like"]

Amarello – Não se constrói um edifício de vinte andares em caráter provisório. Não se desenvolve um “bairro planejado” para que seja replanejado duas décadas depois. Não se faz um shopping para que um dia o edifício que o abriga tenha uma finalidade mais adequada. Um prédio, um bairro e um shopping – como praticamente... Veja +

Lições holandesas

Por Eduardo Andrade de Carvalho em 11 de dezembro de 2013
[addtoany buttons="facebook,twitter,google_plus,pinterest,facebook_like"]

Estado de SP – Num grupo de aproximadamente cinco incorporadores, passamos, em outubro, uma semana na Holanda a convite do Netherlands Archtechtect Institute (NAI), para conhecer projetos arquitetônicos locais. A estada foi em Roterdã, que, quase inteiramente destruída na Segunda Guerra, é hoje considerada “capital mundial da arquitetura contemporânea”: tem prédios vizinhos criados por arquitetos... Veja +

Pequenas tentações

Por Eduardo Andrade de Carvalho em 11 de dezembro de 2013
[addtoany buttons="facebook,twitter,google_plus,pinterest,facebook_like"]

Contraste – A influência de um edifício não se resume ao terreno em que está inserido: o desenho da sua relação com o espaço público que o envolve é fundamental para que uma cidade seja mais agradável, civilizada. Um condomínio-clube que fecha um quarteirão com muros, volta as costas dos prédios para a rua, tem... Veja +

Lições americanas

Por Eduardo Andrade de Carvalho em 11 de dezembro de 2013
[addtoany buttons="facebook,twitter,google_plus,pinterest,facebook_like"]

Estado de SP – Passei duas semanas, em maio, em Chicago e Nova York, numa espécie de tour urbanístico-arquitetônico, visitando casas e edifícios, praças e bairros, anotando ideias que possam ser implantadas em São Paulo. Importamos dos Estados Unidos, nos últimos vinte ou trinta anos, a ideia de edge city, de bairro afastado do centro,... Veja +

Projetos devem ter como foco cidade que se deseja no futuro

Por Eduardo Andrade de Carvalho em 24 de novembro de 2013
[addtoany buttons="facebook,twitter,google_plus,pinterest,facebook_like"]

Folha de São Paulo – O estilo arquitetônico preferido dos clientes de apartamentos, presume-se, pelos anúncios, é o contemporâneo. Mas “arquitetura contemporânea” é um termo vago –e não exatamente um estilo. A rigor, significa apenas que é produzida hoje em dia, e, portanto, pode variar do neobarroco ao minimalismo. E se repararmos nas fachadas dos... Veja +